Skip Navigation Links
Início
Contactos
Skip Navigation LinksInicio > Concelho > Economia  
Economia em Cantanhede 
O processo de desenvolvimento económico de Cantanhede tem vindo a registar, desde há alguns anos, uma evolução apreciável, em função das vantagens comparativas que o Concelho oferece para investimento industrial. Desde logo, a localização geográfica privilegiada, a poucos quilómetros de Coimbra, Figueira da Foz e Aveiro, centralidade que é reforçada pela existência de nós de acesso aos principais corredores rodoviários nacionais: a A1, a Nascente, a A14, a Sul, e a A17, que atravessa toda a zona poente do território. 

Outras vantagens comparativas são as resultantes do forte investimento municipal no reforço dos fatores de atratividade para instalação de empresas, designadamente a rede interna de estradas de grande qualidade e diversas vias rápidas que garantem grande fluidez de tráfego, bem como as quatro zonas industriais (Cantanhede, Murtede, Tocha e Febres) muito bem dimensionadas e com excelente enquadramento urbano dos lotes. Estas são apenas algumas das vantagens comparativas de que o Concelho de Cantanhede dispõe para atrair investimento industrial, que a Câmara Municipal tem fomentado através da dinamização económica, da valorização das infraestruturas e de outras condições que favorecem a instalação de empresas, o que ajuda a explicar o facto de se terem dado passos decisivos para ultrapassar uma histórica dependência da agricultura, do comércio, dos serviços e de alguma indústria. 

Em resultado de um processo de expansão económica que a autarquia tem vindo a promover desde há uma década, de acordo com um plano estratégico de desenvolvimento que se tem consubstanciado numa evolução da base produtiva, Cantanhede é hoje amplamente reconhecido como um Concelho voltado para o futuro.


Indicadores Sócio-Económicos
Dos actuais 38 032 habitantes residentes no Município, 17.920 constituem a sua população activa, que se distribui em 36% no sector primário, 26% no secundário e 38% no terciário. 

Para além dos recursos florestais e dos elevados índices de produção de batata e leite, Cantanhede tem na vitivinicultura a sua actividade com maior expressão, fruto do reconhecimento que os seus vinhos alcançaram como verdadeiro ex-libris da Região Demarcada da Bairrada. 

Entretanto, o Concelho enfrenta actualmente um processo de expansão económica que está a permitir ultrapassar os históricos constrangimentos decorrentes da sua tradicional dependência dos sectores agrícola e comercial. Esse processo, assente num plano estratégico de desenvolvimento sustentado, que inclui mecanismos de salvaguarda da qualidade ambiental, está já consubstanciado numa profunda transfiguração do tecido produtivo, em resultado do significativo investimento industrial que se tem vindo a registar nos últimos anos e de uma série de infra-estruturas já concretizadas e outras em vias de concretização.

A este nível é particularmente relevante o significativo crescimento das suas quatro zonas industriais, concretamente Cantanhede, Murtede, Febres e Tocha Cantanhede, Murtede, Febres e Tocha, circunstância que permite distingui-lo como um Concelho de referência do País em termos de dinâmica industrial. 

Mas a dinamização económica a que se tem assistido em Cantanhede é apenas uma das pedras angulares do plano estratégico de desenvolvimento, um documento que tem estado na base das intervenções de fundo já operadas ou ainda em curso em aspectos tão diversificadas como o turismo, a requalificação urbana, a criação e beneficiação de espaços verdes e zonas de lazer, bem como o incremento de iniciativas culturais e desportivas, área onde também se tem assistido a um significativo crescimento dos equipamentos disponíveis.
Associação Beira Atlântico Parque: Cantanhede entra na "Nova Economia"

Se com a atracção de investimento industrial foi possível, numa primeira fase, aumentar a oferta de emprego, o nível de desenvolvimento pretendido procura ir muito para além disso. O mais recente objectivo é articular esse investimento com a criação de condições susceptíveis de estimular a fixação de quadros técnicos superiores, desígnio que está na base da criação do Beira Atlântico Parque - Parque Tecnológico e Cultural de Cantanhede, um polo de dinamização empresarial concebido para albergar empresas de acentuada base tecnológica e manifesta vertente ecológica, a partir das quais se pretende fazer entrar o Concelho num ciclo de desenvolvimento ajustado aos desafios que a nova economia já está a colocar. 

As áreas preferenciais a atingir são, entre outras, as relacionadas com a nova economia no âmbito das telecomunicações e informática, mas também a biotecnologia, biomédica e químicas finas, ou o desenvolvimento e investigação das actividades tradicionais do Concelho, como a silvicultura, o vinho e vinha e a ourivesaria.

Gabinete Municipal de Apoio ao Empreendedor
Local
Câmara Municipal de Cantanhede
 
Horário de Atendimento
Segunda a Sexta
10h – 13h e das 14h30 – 17h30
 
Contactos
Tel.: 231 410 100
E-mail: pcastro@cm-cantanhede.pt

Poderá ainda aceder aos contactos das várias entidades ligadas ao empreendedorismo no nosso município: Consulte os contactos completos
 

Município

Concelho

Turismo

Notícias
 
Agenda
 
Entidades
 
Documentação
 
Contactos
 

Serviços Online