Skip Navigation Links
Início
Contactos
“Nasceu um menino”, mostra de presépios em cerâmica artesanal
Na Biblioteca Municipal de Cantanhede
“Nasceu um menino”, mostra de presépios em cerâmica artesanal
Está patente na Biblioteca Municipal, durante o mês de dezembro, até ao dia 8 de janeiro de 2020, uma mostra de presépios em cerâmica artesanal, intitulada “Nasceu um menino”. A mostra é constituída por 24 presépios elaborados pelo Grupo de Ceramistas da Figueira da Foz. Os trabalhos, em cerâmica policromada, representam presépios e foram executados por alunos do Atelier Mena & Companhia, um espaço gerido pela ceramista Mena Braz, que não só desenvolve a sua atividade criativa na área da cerâmica artística e artesanal, como também se dedica à formação de novos ceramistas. 

Os trabalhos expostos são da autoria dos ceramistas Ana Lemos, Augusto Paixão, Irene Nogueira, Maria Caseiro, Odete de Sousa, Piedade Gaspar e Rosinda Lopes, todos utentes deste espaço de formação em cerâmica, há vários anos. 

A exposição “Nasceu um menino” permite conhecer a riqueza e diversidade do artesanato em cerâmica, resultantes da sensibilidade e gosto dos 7 artistas representados, quer na originalidade das formas, quer nos processos utilizados no fabrico das peças em cerâmica expostas. Este é já o 16.º ano em que a Biblioteca Municipal reserva o mês de dezembro para expor trabalhos sob a temática “presépio”. O Atelier Mena & Companhia funciona há 6 anos, na Figueira da Foz. A sua proprietária, Mena Braz, possui o curso de cerâmica pela Escola de Artes Decorativas António Arroio, de Lisboa, o curso de cerâmica e de Formação de Formadores, pelo Centro de Formação Profissional para o Artesanato e Património (CEARTE), de Aveiro e Coimbra, respetivamente. 

Nas palavras de Mena Braz, formadora no espaço, “Foi nesta expressão artística tão enraizada na nossa cultura, que encontramos a forma de nos realizarmos como seres criativos, partilhando experiências, emoções, memórias, gostos e desejos. É na suave e única sensação do barro, em contacto com as mãos, que nos libertamos do concreto do dia a dia, nos perdemos e nos encontramos, nas formas de terra feita barro de muitas cores. Este é o trabalho que temos o prazer de partilhar convosco, que surge da paixão por um dos mais belos temas.”
 

fonte: GIRP   4 dezembro 2019

Enviar por email Bookmark and Share

Município

Concelho

Turismo

Notícias
 
Agenda
 
Entidades
 
Documentação
 
Contactos
 

Serviços Online