Skip Navigation Links
Início
Contactos
Skip Navigation LinksInicio > Concelho > Desporto > Piscinas Municipais > Serviços > Indoor Cycling  
Indoor Cycling 
Aula de grupo, praticada numa bicicleta especialmente desenhada e desenvolvida para a modalidade, que lhe permite facilmente ajustar a resistência da bicicleta ao seu próprio nível de treino. Ao som de música estimulante, utilizando técnicas específicas, simulam-se vários tipos de percursos, como subida e descida de ladeiras, e situações de terrenos sinuosos e obstáculos.

Objectivos
- Desenvolvimento do sistema cardiovascular e respiratório
- Tonificação essencialmente dos músculos dos membros inferiores (glúteos e pernas)
- Fundamentalmente queima calorias
- Melhoria da resistência física
- Promover o convívio e a capacidade de relacionamento em grupo

Destinatários
- Qualquer pessoa pode participar numa aula de Cycling desde que esteja bem de saúde, não tenha problemas ortopédicos ou posturais (as contra-indicações são, especificamente, para quem sofre de problemas de joelho e região lombar.
- Estes podem ser agravados se houver uma pré-disposição do aluno para tais, não atender ao ajustar da bicicleta, bem como à postura durante a aula.


Ajustar a bicicleta
- Antes da aula, é necessário alguns ajustes na bicicleta em que vamos treinar.
- A altura do selim ideal é a que permite uma flexão de joelho de 25 a 30 graus quando o pedal está no nível mais baixo. Basta ficar em pé ao lado da bicicleta. A cabeça do fémur deverá ficar na altura do selim.
- O ajuste horizontal faz - se medindo um antebraço do selim para o guidom. Se o selim for muito alto vai sobrecarregar a coluna, se estiver muito baixo os joelhos sofrerão.
- Os pedais têm boa segurança de agarre para possibilitar o movimento nos 360º em equilíbrio a solicitação dos músculos agonistas e antagonistas proporcionando um treino muscular equilibrado.
- O aluno ao sentar - se na bicicleta deve observar se os pés estão bem fixos e se o início do dedo grande do pé está sobre o eixo do pedal.
- Pedalar com a ponta dos pés sobrecarrega os gémeos e se o eixo do pedal estiver no meio dos pés a sobrecarga será nos músculos da frente da perna da perna, os tíbiais anteriores.
- O Guidon - Deve ser regulado na mesma altura do selim permitindo conforto ao tronco e membros superiores nas diversas manobras da aula, se ficar muito baixo, pode sobrecarregar a coluna.


Musculatura utilizada
Os músculos que mais são solicitados durante uma aula de Cycling são os dos membros inferiores. Entre eles destacam-se os:

- Gémeos
- Ísquiotibiais (posteriores de coxa)
- Vastos Laterais
- Rectos Femurais
- Glúteos máximos

Os praticantes também fortalecem muito a musculatura da região lombar e abdómen com diversas manobras de sentar e ficar de pé na bicicleta.


Lesões mais comuns no Indoor Cycling
Sendo o Cycling, uma modalidade sem impacto, o que diminui consideravelmente o risco de lesões, as mais encontradas nos praticantes desta modalidade, resultam:

- Deficiente preparação da bicicleta para a aula
- Movimentos errados durante a mesma
- Posturas incorrectas durante o treino


Gasto calórico
Aproximadamente, são gastas 475 calorias numa aula de Cycling de 45 minutos de duração.

Nota: cada pessoa tem uma capacidade de VO2 max, ou seja, o seu nível de condição física. Com o treino o seu nível de condição física melhora, há uma subida do VO2 max. E consequentemente um aumento do gasto calórico.

Município

Concelho

Turismo

Notícias
 
Agenda
 
Entidades
 
Documentação
 
Contactos
 

Serviços Online