Mercado Municipal com horário alargado a partir de dia 9 de dezembro

Como forma de fomentar a recuperação da economia local, através do incentivo à compra de produtos locais e regionais, o Mercado Municipal de Cantanhede está a funcionar em horário alargado, das 8h00 às 19h00, de segunda a sexta-feira, e das 8h00 às 13h00, aos sábados, uma vez que a esta hora começa o recolher obrigatório de fim de semana estabelecido para combater a pandemia de Covid-19. Em vigor pelo menos até ao final do ano, o horário alargado visa proporcionar aos consumidores um maior período de tempo para a realização das compras, favorecendo por essa via a diluição da afluência ao longo do dia reforço das condições tendentes a garantir o cumprimento das regras sanitárias. 

O Mercado Municipal, recorde-se, foi sujeito a obras de requalificação de fundo que resultaram na sua significativa valorização, quer ao nível da funcionalidade, quer em termos estéticos, possuindo agora boas condições para os comerciantes desenvolverem a sua atividade, além de uma muito maior atratividade que tem contribuído para a revitalização da importante função que já teve no âmbito do setor comercial da cidade.

Na época de Natal, a maior oferta das bancas comerciais está ainda reforçada com a presença de pequenos agricultores e artesãos locais a venderem o resultado do seu trabalho, facultando assim aos consumidores o acesso a produtos saudáveis e de elevada qualidade, com a vantagem de serem produzidos localmente. 

Segundo Adérito Machado, vereador da Câmara Municipal, “a autarquia está a intensificar tanto quanto possível as ações que de algum modo contribuam para fomentar a oferta de produtos locais e incentivar o seu consumo. A nossa aposta nesta área tem sido cada vez maior, de modo a facultar aos pequenos agricultores, aos artesãos e outros produtores locais a oportunidade de melhorarem os seus rendimentos, reforçando a sustentabilidade de atividades tradicionais do concelho, seja Bairrada, seja na Gândara ou no Baixo Mondego”.

O vereador responsável com o pelouro das Feiras e Mercados relembra que, “já no início da pandemia, a Câmara Municipal lançou o projeto “Da Terra à Mesa”, plataforma online que promove o encontro dos consumidores com os pequenos produtores locais e que na prática funciona como um circuito curto de comércio, de reduzida intermediação, com todas as vantagens daí decorrentes para quem compra e para quem vende. Aliás”, sublinha o autarca, “este projeto tem-se revelado um sucesso de tal ordem que já há outros municípios a tentar replicá-lo”.

Adérito Machado deixa um apelo aos munícipes de Cantanhede para que “consumam os produtos locais, de modo a ajudar os nossos agricultores e comerciantes a terem um Natal melhor, ainda que de forma diferente. Esta é uma forma de solidariedade que faz muito sentido nesta fase em que, apesar do distanciamento, precisamos de estar mais unidos do que nunca”, conclui.

Esta iniciativa prevista até ao fim do ano, pode sofrer ajustes em função da evolução da situação epidemiológica e de normas e orientações provenientes da Direção-Geral da Saúde e do Governo de Portugal.